Intercessor

Oração pela dor (e pela esperança)

Desde 2015, o Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), têm organizado o Setembro Amarelo, uma campanha de prevenção ao suicídio. A temática ganha cada vez mais importância num cenário onde muitos jovens e estudantes enfrentam depressão, ansiedade e outras questões de saúde mental. Em resposta a esse desafio, os grupos da Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB) se organizam para atuar como luz em meio às trevas.

"Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade." - 1 João 3:18 (NVI)

Agentes de vida

O problema do suicídio afeta profundamente nosso campo missionário e é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo pesquisa da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), "metade dos universitários brasileiros vivenciou algum tipo de crise emocional" (Correio Braziliense).

Nos últimos anos, os grupos locais da nossa missão foram criativos em suas iniciativas. Alguns afixaram cartazes em épocas de tensão, inspirados na atuação da ABU Salvador (BA) em 2017. Os pôsteres levam mensagens de apoio, como “sua vida é mais importante do que suas notas”. Outros grupos organizam palestras com convidados especialistas na temática, muitas vezes encaminhando participantes para psicólogos, a fim de que possam ajudá-los.

Desde 1997, o grupo da ABU Viçosa (MG) tem abordado a temática a cada dois anos com a Semana da Esperança. Naquele ano, a universidade local havia sido impactada por um alto índice de suicídios, fato que levou os estudantes a colocarem a pauta em sua agenda. A estudante Vanessa Oliveira conta que a ação "busca despertar nos jovens e funcionários da universidade a valorização da verdade que preserva a vida e traz sentido e esperança, extrapolando os limites acadêmicos".

Neste ano, ocorrerá a XI edição da Semana da Esperança da ABU Viçosa sob a temática “Esperança acima do sol”. O evento acontecerá entre os dias 16 e 21 de setembro. "Serão desenvolvidas palestras, oficinas, rodas de conversa e outras atividades, de forma criativa e atraente", descreve Vanessa. O formato já foi “importado” por outros grupos, como ABU Itajubá (MG) e ABU Recife (PE).

Outros grupos também organizam iniciativas específicas para este mês de setembro, a exemplo da ABU Botucatu (SP). O estudante Lucas Iti nos contou que eles pretendem fazer intervenções pontuais para conversar com as pessoas, um piquenique num lugar movimentado do campus, além de abrirem um canal online para poder ouvir as pessoas que têm algo a falar ou algum pedido de oração, encaminhando demandas específicas a um serviço de saúde mental.

Ore por iniciativas sobre saúde mental:

  • Interceda pelos estudantes cristãos, pois não estão imunes às pressões e emoções do meio estudantil e muitas vezes também enfrentam depressão, crises de ansiedade, entre outros. Ore para que eles possam procurar cuidado e que, a partir de seu próprio sofrimento, consolem outros visando o caminho da vida plena em Jesus.
  • Coloque diante de Deus os eventos que acontecerão em setembro. Além da Semana da Esperança e do grupo de Botucatu, em média um terço dos grupos da ABU estarão abordando a temática da saúde mental de alguma maneira. Que nosso Senhor use estes momentos para acolher e cuidar de jovens que sofrem; que os grupos e participantes sejam agentes nesse processo de promoção de vida entre seus colegas e amigos.
  • Ore para que as escolas e universidades observem essas questões em seu contexto e tomem medidas que promovam vida, reprimindo quaisquer ações, sejam elas institucionais ou pessoais que influenciem negativamente a saúde mental de seus estudantes, servidores e professores. Que o preconceito, o bullying, as pressão ou outras questões dessa natureza sejam combatidas e que haja a luz e amor de Cristo!