Intercessor

Rogue pelos que sofrem

Em preparação para o Congresso Nacional de 2020, queremos orar a partir dos textos bíblicos de Daniel e do Sermão do Monte nos próximos meses. Interceda conosco!

"Daniel voltou para casa, contou o problema aos seus amigos Hananias, Misael e Azarias, e lhes pediu que rogassem ao Deus dos céus que tivesse misericórdia acerca desse mistério, para que ele e seus amigos não fossem executados com os outros sábios da Babilônia. Então o mistério foi revelado a Daniel de noite, numa visão. Daniel louvou o Deus dos céus e disse: 'Louvado seja o nome de Deus para todo o sempre; a sabedoria e o poder a ele pertencem. Ele muda as épocas e as estações; destrona reis e os estabelece. Dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos que sabem discernir. Revela coisas profundas e ocultas; conhece o que jaz nas trevas, e a luz habita com ele. Eu te agradeço e te louvo, ó Deus dos meus antepassados; tu me deste sabedoria e poder, e me revelaste o que te pedimos; revelaste-nos o sonho do rei'." - Daniel 2:17-23 (NVI)

Durante o exílio do povo judeu na Babilônia, Nabucodonosor teve sonhos perturbadores e queria entender o significado deles. Ele chamou magos, encantadores, feiticeiros e astrólogos para que descobrissem qual foi o sonho e o interpretassem. Se não conseguissem, seriam mortos. A determinação e decisão de um governante autoritário colocou em risco a vida de muitos pelo capricho de entender um sonho.

Enquanto judeu, Daniel poderia pensar: "Na lei do Senhor dos Exércitos, este tipo de magia é repugnante (Deuteronômio 18:9-13), não tenho nada com estes homens". Mas ele pensa na vida de seus amigos e dos outros sábios. Ele o sofrimento deles, que nada podem fazer para evitar suas mortes. E decide interceder, pois sabe que nada mais pode fazer.

Daniel não ora sozinho, ele convida seus amigos a rogarem a Deus com ele. Juntos, eles oram por misericórdia e por revelação. Eles reconhecem que, acima do rei, há o Deus criador e todo-poderoso, o único que pode libertá-los da morte, o único que pode revelar o sonho e sua interpretação. E Deus assim os atende.

Frente à resposta do Senhor, Daniel não se silencia. Ele não toma para si as glórias de ter revelado o sonho. Ele adora a Deus e reconhece em sua oração e louvor que todo o conhecimento e toda revelação vêm de Deus, e não dos homens. Daniel agradece a Deus antes mesmo de revelar o sonho ao rei e de salvar seus amigos porque ele tem certeza do livramento.

Em resumo, Daniel vê o sofrimento, ora e reconhece de onde vem o conhecimento e a salvação.

Os sábios de nosso tempo

Em nosso mundo contemporâneo são muitas as pessoas cujas vidas estão em risco. De acordo com o Prayerline, informativo de oração da Comunidade Internacional de Estudantes Evangélicos (IFES, na sigla em inglês, da qual fazemos parte), no Leste Asiático há grupos que sofrem perseguição de forma que tomam cuidado até em mensagens de texto, que podem ser interceptadas com "linguagem cristã" (leia mais aqui, em inglês, francês ou espanhol). No Oriente Médio e Norte da África, um outro exemplo, quando um estudante se converte pode ser abandonado por sua família e amigos, além de colocar sua vida em risco (leia aqui).

Muitos são os grupos missionários estudantis que sofrem perseguição pelo mundo, e outros ainda enfrentam situações de violência. No Brasil também, apesar de não termos perseguição, alguns grupos são impedidos de atuar dentro das universidades devido a diferentes interpretações sobre laicidade. Como nosso coração e nossa oração se move por eles?

No nosso contexto também muitas pessoas sofrem. Podemos ter colegas que vieram de ambientes adversos e lutam para manter-se na universidade. Outros enfrentam a depressão e ansiedade, sucumbindo à pressão dos professores e do mercado de trabalho.

Nosso convite é que possamos rogar a Deus, pedindo misericórdia por aqueles que sofrem. Sejam aqueles em países com perseguição e conflitos, ou aqueles no nosso contexto. Cristãos ou não cristãos. Oremos pedindo que nosso Deus veja o seu sofrimento, o risco à sua vida, e nos dê conhecimento e revelação para enfrentarmos as situações em que podemos, pela graça dele, atuar.

Ore pelos que sofrem

  • Interceda pelos movimentos missionários estudantis de todo o mundo que enfrentam perseguição ou estão em contextos de conflito e violência. Peça que nosso Deus tenha misericórdia e proteja a vida destes. Que eles possam ser luz em meio às trevas!
  • Ore pelos nossos colegas que sofrem, seja qual for a origem de seu sofrimento. Que nosso Senhor nos dê conhecimento, revelação e poder para que possamos ajudá-los a encontrar caminhos de cura!
  • Louve a Deus! Agradeça a ele por sua eterna bondade e por nos dar capacidade para atuar nestes contextos de ameaça à vida.