Notícias

Carta de um estudante australiano para os obreiros e estudantes da ABU

KS encorajou o ministério estudantil brasileiro a permanecer em unidade e firme em Cristo

No início de 2017 recebemos no escritório da ABUB três cartas escritas [a mão] por estudantes do movimento australiano "AFES".  O objetivo desta atividade é encorajar movimentos da IFES no mundo todo!

Recebemos com alegria e, em espírito de oração, agradecemos pelo encorajamento dos nossos irmãos australianos! 

Abaixo traduzimos uma delas, escrita pelo estudante "KS". Ele cita Filipenses - o livro tema para a ABUB em 2017, em que celebramos nossos 60 anos!

Como nós podemos responder à AFES? Queremos enviar uma carta-resposta ao movimento australiano! Participe: deixe nos comentários alguma experiência/encorajamento a eles! 

 

Queridos obreiros e estudantes da ABU Brasil

Meu nome é KS e estudo Fisioterapia na Universidade de Curtin em Perth, no oeste da Austrália. Eu participo do Curtin Christian Union, um grupo da AFES (ABU da Austrália) em meu Campus. Nós temos semanalmente um “papo sobre a bíblia”, às quartas-feiras (o principal encontro), muitos grupos de estudos bíblicos em diferentes faculdades, um programa de treinamento nas noites de segunda-feira (para estudantes interessados em evangelismo, liderança, produção de estudos bíblicos e doutrina cristã). Nós também começamos um grupo internacional de estudo bíblico em 2016 e tem sido encorajador ver outros estudantes crescerem em sua fé e conhecerem a Cristo.

No momento [em que KS escreve/início de dezembro de 2016] estou na conferência nacional e uma atividade que realizamos é tentar mostrar o amor de Jesus para outras pessoas através dos vários projetos do “Act Now”.  Um dos objetivos do projeto é escrever cartas para cada grupo da IFES no mundo todo e encorajá-los em seus ministérios. Eu espero que, ao me “ouvirem”,  vocês encontrem encorajamento.

Este ano [2016] há um pequeno grupo entre nós realizando evangelismo “walk-up”, convidando pessoas a compartilhar sobre suas crenças e cosmovisões e então, partilhamos a razão da nossa esperança em Jesus, desafiando-os a questionar suas próprias crenças e considerar a diferença entre elas e o cristianismo. Nós temos visto alguns frutos - poucos se mostram interessados em ouvir mais do evangelho enquanto outros começam a ver o cristianismo de forma diferente. Nós continuamos a orar para que Deus realize seu trabalho nestas pessoas.

Nossos estudos bíblicos na faculdade neste semestre [último de 2016] foi baseado em Filipenses e eu tive o privilégio de elaborar um deles, o que me auxiliou a ler melhor a bíblia por mim mesmo e a crescer como cristão. Nós aprendemos sobre parceria em Cristo, unidade na igreja, alegria no sofrimento, a permanecer firme em Cristo e o motivo pelo qual tudo isso vale a pena.

Eu oro para que o ministério entre estudantes no Brasil - ABUB - “se por estarem em Cristo, tenham alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão, completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude”.

Filipenses 2:1,2

1 Comentário

Resposta à KS

Olá, KS, tudo bem? Eu sou o Bob, faço Geografia na Universidade Federal do Paraná aqui na cidade de Curitiba, na região Sul do País. Gostaria de agradecer muito sua carta e dizer que me sinto encorajado ao lê-la. É sempre muito bom poder saber que não estamos só. Muitas vezes, nosso trabalho de base tem dificuldades e demandas que nos desmotivam e nos desencorajam à seguir no trabalho. Ver que "nosso núcleo é tão pequeno", perceber que "as pessoas não estão frequentando regularmente" e que "poucas/os estudantes se disponibilizam à liderar o grupo e conduzir os estudos" fazem com que nós pensemos "será que vale mesmo à pena?". Quando tive a oportunidade de ler sua carta, me deparo com o fato de que a missão é assim mesmo!! Cada um de nós, no nosso pequeno trabalho de base, em nossos pequenos núcleos, com nossas dificuldades e demandas, fazemos com que JUNTOS sejamos um corpo, uma família. Sua reflexão em Filipenses é providencial para todo o movimento no Brasil. Esse ano (2017), o livro tema da ABUB é Filipenses, que vem muito à calhar com nossa comemoração de 60 anos de ministério. Na carta de Filipenses nós temos Paulo nos encorajando a encontrar Alegria no Senhor, mesmo em meio ao sofrimento!!! Olhar para tras (eu, por exemplo, que estou no ministério estudantil desde 2010, quando era estudante de Ensino Médio), me faz ver muita coisa, muita dor e muito sofrimento, mas também muita coisa boa, muita experiência feliz e muitas bênçãos de Deus! Espero que você saiba que sua carta foi providencial e especial pra nós como ABUB (e pra mim mesmo, como Bob). Que o Senhor te encoraje a seguir na missão, mesmo apesar dos desafios e das dificuldades. Saiba que nós aqui do Brasil estaremos sempre disponíveis a servi-los com o que for necessário, afinal, somos uma família!! No nosso movimento aqui no Brasil temos uma música muito cantada nas reuniões regionais e nacionais, que diz que "embora a dor nos cerque na viagem, marcharemos na coragem do Senhor". Obrigado por nos encorajar a ficarmos firmes. Fiquem firmes aí também! Como foi dito na nossa última reunião de família (assembleia da IFES), seguimos... JUNTOS. Em Cristo, Na Missão e Na Universidade! "Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." Fp 3:13-14 Abraços, Bob Luiz Botelho - ABUB (IFES Brasil)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.