Notícias

A estrela do norte da ABUB

Feita de gente corajosa, a região norte brilha com danças e bom humor!

texto de Flávio Américo

A noite da Região Norte iniciou com um vídeo denunciando o nosso desconhecimento da região, ou pelo menos  da maioria das pessoas que não são daquela Região; uma vez que nós só podemos dizer cinco coisas sobre a terra dos nossos irmãos: é extremamente grande, é muito bela, é mega distante, está cheia de pessoas impactantes no anúncio do Evangelho e está repleta de pessoas legais, que geralmente foram conhecidas em outras regiões. Mas o Ziel Machado sintetizou bem o que é a Região Norte, dizendo que Deus só dá grandes desafios a gente corajosa.   
 
Também foram mostrados vídeos sobre a história do movimento na Região e sobre os sonhos para o futuro, como, por exemplo, o de que ela se torne a maior da ABUB não apenas em extensão, mas também em número de núcleos. Além do passado e da esperança, a ABU Norte ainda mostrou muita alegria com seus ritmos e  tradições, além de suas preocupações com que o Evangelho faça parte da vida das pessoas do Norte, em todas as dimensões da vida, o que explica a sua ligação com o FALE e com a luta pelos direitos.

Apontamentos dos meus sentimentos ao ver a Noite da ABU Norte

Nesse momento, o céu de BH apresentou um brilho diferente. Uma estrela, que não costuma alumiar por estas bandas, apareceu no belo horizonte que podemos contemplar daqui do SESC Venda Nova, onde a ABUB realiza o CN. Essa estrela guia magos, estudiosos de diversas magias/ciências de diverentes direções para o Menino que nasceu em Belém. Mas o engraçado é que esse mesmo menino também nasceu em São Luís do Maranhão, Teresina, Roraima, Marabá e muitas outras cidades.

O Menino de Belém, agora falo daquela da Judéia, levantou essa estrela, que se chama ABU Norte, para apontar para o seu primeiro nascimento, pois assim será possível que ela nasça na vida das pessoas daquela Região, que, tal qual o carimbó, dança típica de lá, nos mostra a presença do índio, do negro e do branco, grupos constituintes da identidade brasileira.

Essa Estrela refulgente, que possui diversos raios de luz chamados abeuenses, brilha em uma terra quente e iluminada naturalmente pelo astro que representa o Criador, mas também está em densas trevas, como o mundo de forma geral, por causa do pecado, fazendo com que a beleza da vida seja escondida na escuridão da desigualdade social, como nos mostrou um vídeo apontando esse problema em Marabá. Mas essa linda estrela, que faz parte de uma constelação chamada ABUB, não se escondeu embaixo do horizonte, pois é uma lâmpada que não se contentou com o protegido interior da vasilha, mas, pelo contrário, decidiu iluminar e esquentar onde Deus a colocou.

A estrela Missionária do Norte, com seus vários ritmos, como o reggae, calipso e carimbó, nos guiou em louvor Aquele que diz que veio ao nosso mundo guiar todo aquele que estiver DESNORTEADO. Foi lindo ver os raios de luz que formam a estrela daquela regiã, pois eles têm como exemplo a luz maior, o sol da salvação, para iluminar e aquecer as universidade do norte do país.

3 Comentários

Demais

Flávio Américo, mais uma vez nos presenteando com seus textos primorosos, com a percepção e a capacidade metaforizar as iluminações das idéias que são dadas por Cristo, Deus te abençoe e abençoe a região norte.

Dá-lhe ABU Norte!!!!!

Dá-lhe ABU Norte!!!!!

Carimbó, Carimbó, Carimbó.

Carimbó, Carimbó, Carimbó. Carimbó é do Senhor!!!

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.