Notícias

Fórum Literário recebe investimento internacional

Evento será realizado em Duque de Caxias com o apoio da IFES para ações de evangelismo inovadoras

As Alianças Bíblicas Universitárias (ABU) da cidade de Juiz de Fora (MG) e da região Leste (RJ e ES) encontraram na literatura um ponto de conexão com seus colegas e, munidos de uma ideia inovadora, receberam financiamento da Comunidade Internacional de Estudantes Evangélicos. A IFES, sigla em inglês para esse corpo global do qual a ABUB faz parte, buscava iniciativas de evangelismo inovadoras para investir. Depois da inscrição no início do ano, o projeto das ABU’s de um Fórum Literário com palestras, oficinas e expressões artísticas angariou o investimento e será realizado em maio (veja mais sobre a iniciativa da IFES aqui).

"O evento busca uma aproximação entre leitores (leigos e especialistas) interessados em refletir acerca das obras do [escritor e teólogo irlandês] C. S. Lewis e do [escritor britânico] J. R. R. Tolkien, autores que se destacaram mundialmente por sua produção de literatura imaginária e ficcional", conta Eliza Feres, estudante da ABU Juiz de Fora e uma das organizadoras. Em sua cidade, primeiro foi realizada a Semana C. S. Lewis em 2015 e, depois, como um desdobramento, o primeiro Fórum Literário que deu origem à ideia.

Secretária de Literatura e Arte da região Leste, Juliana Botelho, da ABU Vitória (ES), participou da primeira edição em Juiz de Fora em novembro de 2016 e decidiu, então, levá-lo para o Rio de Janeiro,onde já tem uma equipe organizadora que coordena. O financiamento adquirido será direcionado justamente para a próxima edição em Duque de Caxias (RJ), na UNIGRANRIO, previsto para 19 e 20 de maio - confira o evento no Facebook.

Haverá, entre outras coisas, sarau, oficina, roda de conversa e três palestras. Os temas das apresentações serão, por exemplo, a amizade entre Lewis e Tolkien e teologia e literatura fantástica, e é nas despesas dos palestrantes em que a maior parte dos recursos serão investidos, além de coffee break e decoração. Juliana contou que também haverá o lançamento do livro “Teologia e Literatura Fantástica: A redenção na Trilogia Cósmica de C. S. Lewis”, de Márcio Simão. “Acreditamos que ao garantir espaços como esses na programação estamos estimulando a produção sobre esses autores”, compartilhou a capixaba. Ou seja, o evento também busca divulgar e encorajar a pesquisa acadêmica sobre ambos.

Uma ponte entre dois mundos

Lewis, também conhecido pela série de literatura fantástica infantil "As Crônicas de Nárnia" - que chegou a ser editada pela ABU Editora -, também foi um escritor de obras de apologia cristã, como “Cristianismo Puro e Simples”. Também cristão, Tolkien foi professor em Oxford ao lado do irlandês, era grande amigo deste e foi um dos que influenciou sua conversão. A publicação de seu título “O Senhor dos Anéis” foi incentivada por Lewis.

A partir da história e dos escritos de ambos, Eliza conta que: "Temos nos concentrados em temas pertinentes para nosso tempo, como a importância da amizade, o perigo da vaidade, a leveza da imaginação e a centralidade do amor, muitos deles inspirados e baseados na cosmovisão cristã dos autores. Neste contexto, nossa intenção é criar um espaço de evangelismo, além de uma ponte para o compartilhamento e convivência entre cristãos e não cristãos, utilizando em comum a leitura e a imaginação como ferramenta pedagógica e de lazer."

Da primeira edição, a resposta do público foi “surpreendente”. “Tivemos cerca de 550 inscritos [nas duas edições] e constatamos uma lacuna tanto acadêmica por valorização dos autores quanto por um evento que inspirasse a amizade, leitura, literatura e imaginação, além da reflexão de princípios cristãos aplicados em obras tão famosas no meio ‘secular’, criando uma ponte entre nós, cristãos, e os não cristãos”, conta a estudante. Nessas edições, o “ingresso” era a doação de livros e lápis de cor.

O trabalho da ABUB e do grupo local é divulgado no evento, em que 60% do público possui entre 19 e 24 anos. “O Fórum serve como um convite ao diálogo, à troca. Os desdobramentos serão nossa oportunidade de um contato mais pessoal e rico com os interessados. Isto tem sido feito em Juiz de Fora por meio de um Clube de Leitura (...). A intenção é lermos juntos uma das crônicas com nossos novos amigos e discuti-la, apresentando novas interpretações e alcances”, conta Eliza.

Com o financiamento, o projeto do Fórum Literário foi reconhecido pela IFES como uma iniciativa de evangelismo inovadora e relevante. O foco da comunidade internacional é encontrar ações como essas que não sejam pontuais, mas tenham capacidade para reprodução. Dessa forma, o Fórum não vai ficar só por aí, não! Além de preparar um material para a IFES pós-evento, as organizadoras tem a intenção de levar o modelo para outras regiões da ABUB. Para conhecer mais sobre o evento, acesse a página do facebook e confira abaixo o cartaz.

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.