Notícias

Jesus e as redes

Seminário discute comunicação e relacionamentos na era digital

(texto Patrícia Godinho)

Relacionamentos e comunicação na era das redes sociais foi o tema de um dos fóruns realizados no dia 13/07, durante o Congresso Nacional, propondo a discussão de como o uso das redes sociais pode refletir em nosso relacionamento com Deus.

A jornalista Giovanna Amaral, formada pela Universidae Federal de Goiás e Assessora de Comunicação da ABUB deu início expondo desde as primeiras teorias da comunicação até o novo modelo comunicacional das redes digitais, propiciado pelo desenvolvimento da internet. Giovanna também ressaltou os avanços que a internet propiciou para a produção de conteúdo, e que não podemos dissociar a fala e vivência da prática cristã, quanto  ao consumo e produção destes conteúdos.

Gustavo da Hora, editor da ABU Editora, técnico em Artes Gráficas, bacharel em Produção Editorial e pós graduando em Teologia e Missões, fez uma ponte entre o Reino e os relacionamentos nas redes sociais digitais. Muitas vezes, estas redes prometem uma comunicação satisfatória, imediata,  que na realidade compromete seriamente as relações sociais. “Tudo aquilo que é digital, é produção humana. Só em Deus temos satisfação.”

Seguindo a proposta, Matheus Vieira (ABU Marília, SP), estudante de Arquivologia e voluntário na Assessoria de Comunicação da ABUB,  compartilhou algumas experiências com o uso das redes sociais na vida pessoal e profissional. Apresentou modelos de uso eficiente da internet, como a transmissão do CN 2010 em tempo real, além do próprio site da ABUB. Trouxe ainda a reflexão sobre a urgência de uma educação digital.

Jessica Grant, estudante de jornalismo na Cásper Líbero, integrante da  ABU São Paulo e voluntária da Assessoria de Comunicação ABUB, como moderadora,  conduziu as questões colocadas pelos estudantes das mais diversas áreas, mostrando Jesus como um comunicador sensível e inteligente, ao contrário de tantos que trazem distanciamento.

“A internet é um lugar de propostas. Desta forma, podemos criar oportunidades para o Reino. Como cristãos e líderes do movimento, devemos usar as redes sociais como ferramenta para que o Espírito Santo toque as pessoas", colocou o estudante de mestrado em Inteligência Artificial, Esdras Bispo, assessor auxilar da ABU São Paulo.

A ressonância deste encontro é que vida cristã e carreira profissional não dissociam. É importante estabelecer interatividade com as redes sociais, consumir e produzir informação com seriedade, portanto, os cristãos não devem estar offline diante desta tarefa!
  

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.