Intercessor

outubro de 2019

Interceda pelo planejamento estratégico da ABUB

“Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a todos os exilados, que deportei de Jerusalém para a Babilônia: ‘Construam casas e habitem nelas; plantem jardins e comam de seus frutos. Casem-se e tenham filhos e filhas; escolham mulheres para casar-se com seus filhos e deem as suas filhas em casamento, para que também tenham filhos e filhas. Multipliquem-se e não diminuam. Busquem a prosperidade da cidade para a qual eu os deportei e orem ao Senhor em favor dela, porque a prosperidade de vocês depende da prosperidade dela’. (...) “Assim diz o Senhor: ‘Quando se completarem os setenta anos da Babilônia, eu cumprirei a minha promessa em favor de vocês, de trazê-los de volta para este lugar. Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês’, diz o Senhor, ‘planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro.’” - Jeremias 29:4-7, 10-11 (NVI)

Em Daniel 9:2 descobrimos que Daniel, vivendo como judeu exilado na Babilônia, lia Jeremias e, ao interpretar o texto, voltou-se em oração ao Senhor. No entanto, não é só a vida de oração que aponta para a compreensão de Daniel, mas também a forma com que ele atuava ativamente no contexto, promovendo vida (Daniel 2:18).

No Congresso Nacional (CN) 2020, que ocorrerá em julho, estudaremos o Sermão do Monte e alguns capítulos de Daniel, refletindo sobre como ser servos na Babilônia, anunciando o Reino de Deus como missionários de Deus nas escolas, universidades e entre profissionais. De acordo com Jeremias, um dos passos para isso é trabalhar pela prosperidade do nosso contexto, ou seja, buscar a paz e o melhor para o reino terrestre. O Sermão do Monte também nos chama a buscar o Reino de Deus e a sua justiça, anunciando este reinado eterno que contraria as prioridades do nosso tempo presente. Em Jeremias, Deus ainda nos garante: ele é quem tem planos para nós. Ele está planejando dar-nos esperança e futuro. Por que não planejamos junto com ele, orando “venha o teu Reino” e atuando para isto?

Planejamento estratégico

Para sonhar com os próximos anos da Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB), a nossa Diretoria Nacional, com participação da Secretaria Executiva (obreiros líderes), está criando o planejamento estratégico. Com este instrumento, queremos trazer alguns dos planos do Senhor para o trabalho da ABUB. Sarah Nigri, secretária geral da ABUB, nos explica que este “é o processo pelo qual buscamos identificar as prioridades de ação do ministério estudantil e estabelecer as principais diretrizes”.

Entre setembro de 2018 e março de 2019 foram realizadas consultas a diferentes instâncias para elaborar uma análise FOFA, uma metodologia que auxilia no planejamento de ações, apontando as maiores fortalezas, oportunidades, fragilidades e ameaças de nossa organização. Para complementar este material, até o dia 6 de outubro se levantará informações dos grupos locais no nosso censo. “Será útil para enriquecer a compreensão que temos sobre o perfil dos grupos que compõem o movimento e a maneira como têm servido no mundo estudantil”, explica Sarah.

“A partir da coleta de dados e percepções sobre o movimento, a comissão de planejamento estratégico da ABUB irá sugerir diretrizes para o nosso trabalho que serão apreciadas no CN 2020. Nesta ocasião, os delegados presentes assim como diretores e obreiros poderão escolher os tópicos que considerarem prioritários para serem implementados entre 2020 e 2024”, conta a secretária geral a respeito dos próximos passos.

Um relatório sobre este trabalho será apresentado no próximo Conselho Diretor, entre os dias 1 e 2 de fevereiro de 2020, e também haverá a divulgação de alguns materiais explicativos antes do CN, para que todos possam chegar ao evento informados.

O plano estratégico é o resultado desse processo de consultas e discussões. Ele será consolidado e finalizado após o CN 2020 e apontará a direção em que deveremos caminhar, bem como as áreas nas quais deveremos concentrar nossos esforços e energias até 2024. Nossa previsão é que ele esteja pronto para consultas e divulgação até final de setembro de 2020”, completa Sarah.

Interceda pelo planejamento estratégico

  • Ore pela comissão que está trabalhando nisso. “Que Deus a capacite a compreender e analisar as informações coletadas e a discernir, junto com o restante do movimento, a direção do Senhor para a missão estudantil nos próximos anos”, pede Sarah. Que eles possam compreender a vontade do Senhor desta missão!
  • Peça que Deus cuide do processo de planejamento, para que este seja participativo, transparente e aberto às contribuições de todos. Assim como o chamado do Senhor por meio de Jeremias, que todos possam contribuir, de sua forma e em seu espaço, para o bom resultado e boa aplicação do material final.
  • Por fim, ore pelo plano estratégico em si: Sarah pede que as intercessões peçam “que o documento final reflita a visão da ABUB e aponte áreas prioritárias de ação que de fato fortaleçam missão estudantil no Brasil e glorifiquem o nosso Deus”.