Recursos

E a esperança não nos decepciona

Esperança, essa é uma das palavras que tem martelado na minha cabeça e tem sido presente nas minhas orações nos últimos dias. Muitas vezes, eu me pergunto onde está a minha esperança? Em que ou em quem ela está firmada? Parece que em alguns momentos Deus não está presente. Como ter esperança nessas situações?

Uma das coisas que eu sempre ouço em eventos da ABUB é que Deus é o Senhor da missão o Senhor da história. Ele está no controle de tudo. Mas em vários momentos da história pode ser difícil ter esperança e parece que Deus estava ausente. No passado nas grandes guerras, pandemias, perseguições e até nos nossos dias com tanta violência, injustiça, abusos, sofrimento, pobreza e desigualdade. No nosso grupo base ou de EBI, como manter a esperança quando não vem ninguém para o estudo, o evento parece que não vai acontecer, não tem ninguém para renovar a diretoria, não tem recurso para enviar o alvo ou um estudante para um evento?

 

“Se Deus fizer, Ele é Deus

Se não fizer, Ele é Deus

Se a porta abrir, Ele é Deus

Mas se fechar, continua sendo Deus”

(Deus é Deus - Delino Marçal)

 

Ao longo da vida, aprendi que nem sempre as coisas vão dar certo, nem sempre as orações serão respondidas na forma ou na data que queremos. Mas aprendi também que Deus nos ouve e nos surpreende, ele sempre nos dá muitas razões para ter fé e esperança, a sua palavra está cheia de motivos para isso. Muitas vezes confundimos boas expectativas com esperança, e com isso podemos nos frustrar com Deus. Esperança não é acreditar que tudo vai dar certo sempre. O Apostolo Paulo nos lembra de que “a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.” (Romanos 5:5/NVI). O Salmista fala que “Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu santo nome. Esteja sobre nós o teu amor, Senhor, como está em ti a nossa esperança.” (Salmos 33:20-22/NVI). Olhando para esses dois versos fica mais fácil aprender e ter a verdadeira esperança. Devemos firmar a nossa esperança em quem Deus é e no que Ele já fez. Além disso, sabemos que não estamos sós, temos o Santo Espírito para nos lembrar da salvação, nos encher de alegria, contentamento e de fé. Fé e esperança genuína no Senhor da história, o Deus soberano.

Que a verdadeira esperança habite o nosso coração e que sigamos na missão nas escolas, universidades e trabalho com a certeza que Deus está conosco e que Ele está no controle de tudo.

Jônatas da Silva Bezerra

Secretário da ABP Recife

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
Enviar comentário
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.