Recursos

A esperança que nos move

 

“Dentro de mim está escuro, mas em ti há luz. Eu estou só, mas tu não me abandonas. Eu estou desanimado, mas em ti há auxílio. Eu estou inquieto, mas em ti há paz. Em mim há amargura, mas em ti há paciência. Não entendo os teus caminhos, mas tu conheces o caminho certo para mim. Senhor Jesus Cristo, Tu foste pobre e miserável, estiveste preso e abandonado como eu. Conheces todo o sofrimento das pessoas, Tu ficas comigo quando pessoa alguma me apoia Tu não me esqueces e me procuras, Tu queres que eu te conheça e me volte para ti Senhor, escuto o teu chamado e obedeço. Ajuda-me!”. (Dietrich Bonhoeffer)

Esta oração foi escrita pelo Pastor Dietrich Bonhoeffer enquanto estava na prisão. Sem dúvida, essa é uma oração de alguém em crise, mas também, são as palavras de alguém que sabe onde buscar abrigo em meio a angústia, alguém que conhece a esperança que existe no Senhor e que decide buscá-lo apesar da situação.

No Salmo 42:11 o salmista também exorta a sua própria alma a se alegrar na esperança quando diz: “Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele que é o meu socorro, e o meu Deus.”

Ter esperança tem sido uma tarefa e tanto hoje em dia. Vivemos num mundo corrompido, onde a violência, a pobreza, a ganância, a tristeza e a injustiça são evidentes. O pecado que reside em nossas naturezas é a razão pela qual essas coisas estão cada vez mais presentes entre nós. Enquanto a misericórdia e a compaixão estão cada vez mais escassas e nos perguntamos se um dia isso terá fim. Será que haverá solução para o nosso mundo?

A resposta de Deus para o nosso sofrimento foi e é Jesus. Ele é o nosso abrigo, Ele é o nosso socorro. Ele veio ao nosso mundo corrompido para "reconciliar consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo paz pelo seu sangue derramado na cruz" (Cl 1:20), trazendo restauração para aquilo que não havia qualquer sombra de esperança: a nossa reconciliação com Deus.  

Essa é a melhor notícia, que em Jesus, há esperança para o nosso mundo sofrido, não importando o quão degenerado ele se torne. Essa é a esperança que deve nos impactar todas as vezes que abrimos nossas bíblias e nos retiramos para oração. Essa é a esperança que precisamos ser relembrados constantemente, porque essa é a esperança que pode salvar o homem. E é essa mesma esperança que devemos proclamar, ainda que os dias estejam difíceis, que estejamos distantes fisicamente uns dos outros.

Sabemos que é difícil nos animarmos em tempos difíceis, mas queremos encorajar a nós, profissionais e cristãos a serviço do reino de Deus, a nos atermos a essa esperança e proclamá-la apesar da situação que estamos vivendo. Que o nosso Senhor Jesus Cristo seja o nosso abrigo, o nosso socorro e a nossa esperança, e que isso nos mova a proclamar a sua verdade. Cristo é a esperança que nos move!

 

Raquel Marques e Danilo Silva

ABP Aracaju