Notícias

Confira como foi o treinamento missionário em Natal (RN)

Formação e engajamento

Nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro, a ABU Natal (RN) promoveu um Treinamento Intensivo de Fim de Semana (TIFS) com o objetivo de formar novos estudantes e fortalecer os já engajados na missão estudantil na universidade.

Ana Raquel comentou um pouco da experiência que teve ao participar pela primeira vez de um treinamento como esse: 

“O TIFS foi uma experiência única para mim. Nesse fim de semana intenso, eu pude aprender mais sobre a visão da ABU, conhecer pessoas novas e incríveis, e, principalmente, tive um tempo maravilhoso de aprofundamento no entendimento e leitura da palavra de Deus. Sei que o aprendizado que tive no TIFS será guardado e aplicado na minha vida e assim, creio que alcançará outras.”

Com um número considerável de novas pessoas, o grupo local ressaltou a alegria em tê-los, percebendo o cuidado de Deus para a renovação. Arthur Dafne, que também participou pela primeira vez, falou sobre como essa experiência contribuiu para seu desejo de se engajar: 

“Um fim de semana. Momentos incríveis em um ambiente no qual fiz amizades e experimentei um pouco mais sobre o significado prático de comunhão. Foi a primeira vez que participei do TIFS e tenho certeza de que não será a última. No TIFS aprendemos a preparar os estudos bíblicos indutivos de forma a agregar aos nossos estudos individuais e como método evangelístico. Sempre buscando a compreensão da verdade de Deus e sua aplicação em nossa vida hoje. Pude conhecer mais sobre a ABU e reconhecê-la como uma comunidade de discípulos, partindo da iniciativa estudantil e essencialmente missionária. Valeu muito a pena ter participado do TIFS!”.

Ainda assim, esse tipo de treinamento acaba sendo uma prática constante para quem já participa da ABUB há algum tempo. Jéssica Beatriz, compartilhou a respeito do que pode aprender nesse TIFS, mesmo já tendo participado de eventos parecidos:

“O TIFS é um momento muito especial de estudo da palavra e crescimento espiritual, mas é também uma oportunidade para estreitar nossos laços de amizade, momento em que nascem irmãos na fé (parafraseando o provérbio). Essas 48 horas de comunhão e aprendizado me trouxeram reflexões sobre o uso do meu tempo e como estamos confusos em relação ao que é urgente e o que elegemos como prioridades em nossas vidas. A Bíblia nos é clara: 'Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas' (Mateus 6:33, NVI). Cristo nos chama a esse exercício de dedicar o nosso tempo, a aprender mais sobre a sua palavra e a entender o sentido da missão. Além disso partilhamos um pouco das nossas vivências ao longo desse ano e percebemos que grandes coisas fez o Senhor. Apesar da nossa ansiedade e insegurança sobre o futuro, ele nos mostra que tem cuidado de cada detalhe. Como ouvi alguém dizer: ‘O que virá nós não sabemos, o que sabemos é o que o Senhor já fez por nós’ e por isso nós devemos confiar. Sou grata ao Senhor por esse momento e por cada um que esteve lá contribuindo. Eu vejo o amor e a graça de Deus na vida de cada um.”


Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.