Notícias

Relatos Sobre as Experiências Vividas no VI Encontro Regional de Profissionais Cristãos

Compartilhar do VI Encontro da ABP Nordeste

No último fim de semana prolongado de 05 a 07 de setembro, em decorrência do feriado da Independência, a ABU Nordeste e a ABP Salvador realizaram o VI Encontro Regional de Profissionais Cristãos, na bela e secular capital baiana, com o tema “Famílias saudáveis: profissionais que fazem a diferença”, tendo em vista a grande necessidade refletirmos à luz das Escrituras sobre nosso relacionamento com nossos semelhantes, dando especial ênfase à família, nossa primeira e mais verdadeira escola das relações humanas. Entretanto, em que pese a importância do tema, minha inclinação e desejo é fazer destaque à Divina Providência, porque o Senhor Deus que dirigiu soberana e graciosamente cada ato e momento deste Encontro e, para mim, deu o grande tom dessa pequena mas calorosa reunião de uma pequena parte de Seu povo espalhado na Terra.

 

A providência de Deus na organização e condução do Encontro.

 Em tudo, desde o início da organização deste evento, que na verdade fora adiado já duas vezes – a primeira no ano passado, a segunda no primeiro semestre deste ano –, pudemos ver a Mão de Deus agindo na condução de todas as coisas: na escolha do tema e do preletor principal, na elaboração da programação

 


Mas, com mais clareza vimos o agir de Deus na atuação do grupo local, sediador do evento, a ABP Salvador. Não houve um participante sequer que não tenha se sentido abençoado pelo serviço destes irmãos e irmãs que nos receberam tão bem e tão prestamente. Apesar das dificuldades e da trágica perda de Jorge Santos, pioneiro da ABP baiana, que descansa no Senhor, o grupo manteve-se fiel e o Pai honrou cuidando de tudo para que Sua glória e vontade fossem promovidas. O nítido zelo com o qual todas as coisas foram preparadas nos deu uma importante lição sobre como devemos proceder na obra do Senhor. 

 

Isto deve encorajar cada grupo de profissionais do Nordeste a se empenhar ainda mais, de tal forma que sejamos verdadeiramente um grupo de testemunhas a respeito das coisas que Deus tem feito em nosso meio. Louvamos ao Eterno pela vida de cada irmão da ABP Salvador, da Diretoria Regional da ABU Nordeste e dos trabalhadores do Hotel Bahiamar. Nossa oração é que Ele faça frutificar ainda mais os frutos de suas mãos 

 

A providência de Deus na ministração e conteúdo do Encontro

 José Miranda Filho, ex-presidente da ABUB, foi o preletor principal do Encontro. O tema do encontro foi “Famílias saudáveis: profissionais que fazem a diferença” e nosso, digamos, versículo-chave foi 1Tm 5.8 que diz “Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel”. Por quê? Família é um tema sempre importante que recorrentemente deve tornar à baila em nossas reflexões sobre a vida cristã. A família é, de algum modo, nossa “primeira” igreja, onde temos os laços mais fortes, onde experiências de amor e decepção são sempre mais profundas.

 

              A importância da família, para nós cristãos, encerra-se na certeza de que na própria Criação, o Senhor Deus a instituiu quando formou o primeiro casal: Adão e Eva. Ocorre que a Queda acarretou da descaracterização deste projeto divino o que somente nos trouxe sofrimento e dor. Exemplos concretos de que a pecaminosidade humana tem feito enormes estragos nas famílias não faltam, uma olhada ao redor, aos nossos parentes ou mesmo à nossa própria casa e já testificamos as letais consequências do pecado.

 

Entretanto, eis nossa esperança que repousa na Redenção em nosso Senhor: aquele que está em Cristo nova criatura é (2Co 5,17)! Se somos novas criaturas podemos ser novas famílias, ao menos novos maridos e esposas, pais e mães, filhos, irmãos, redimidos pelo sacrifício no Calvário. Miranda nos falou “relacionamentos estão no cerne da Redenção. Cristo veio restaurar o relacionamento do homem com Deus”. Ora, e esta não é de certa forma uma história familiar? Não é Deus o nosso Pai? Não é isto que nos conta a parábola do filho pródigo (Lc 15.11-32)?

 

Miranda nos deu o seu testemunho de vida sobre o quanto que a Redenção em Cristo pode gerar de transformação e mudar completa e profundamente nosso modo de ser e viver em família. Poderia destacar muitos aprendizados das reflexões do nosso ex-presidente como “devemos ter empatia com o erro do outro”, “devemos querer alguém que esteja pronto para receber o amor que temos a dar”, “o papel da autoridade [masculina] é proteger, servir, ser escudo, amar, cuidar, como Cristo amou a Igreja”, “felicidade não é direito, é consequência”, dentre tantas outras ricas reflexões eivadas de verdades bíblicas. Destaco em particular que os jovens, maioria quase absoluta neste movimento, devem guardar tais preciosos conselhos e pô-los em prática quando intentarem iniciar um namoro e uma nova família.

 

Tivemos ainda as reflexões igualmente preciosas de Daniel Sacramento, histórico abeuense soteropolitano, e de Marcos Bezerra, secretário da ABU Nordeste; o rico compartilhar de agências para ação social no Nordeste como a Visão Mundial, a Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores (MEAP) e a Grota do Rafael, e dos grupos locais da ABP na região (Aracaju, Natal e Salvador); e ainda, grupos de discussão sobre temas relevantes ao nosso contexto evangélico brasileiro, tais como oração e trabalho, vocação e missão, Evangelho e empresa, ética e cidadania e diaconia extra-muros. Em todas estas coisas, pudemos sentir o cuidado e a condução amorosa e soberana de Deus, nosso Pai.

 

A providência de Deus na comunhão do Encontro

Uma das coisas que mais aprecio nos encontros de profissionais é que (in)voluntariamente acabam promovendo um rico e inestimável encontro de gerações de missionários da ABU. É um momento rico em que podemos servir e ser abençoados mutuamente. Oportunidade de haver trocas de experiência, destaco isto, porque estou convicto que quem mais ganha nestes encontros são os mais jovens em desfrutar da sabedoria dos que lhes antecederam na caminhada. Os experientes, por sua vez, podem aproveitar a companhia juvenil para revigorar o ânimo para o serviço cristão (ainda mais) e testificar a fidelidade de Deus, que como Senhor da missão, por amor de Seu Nome e por Sua fidelidade sustém este ministério ao passar dos anos, à revelia de nossos esforços.

 

Quão diverso é este grupo que forma a Aliança Bíblica Universitária do Brasil! Mas quão  unânime ele é naquilo que é o essencial: na adoração, na doutrina, no partir do pão e na missão! Queira Deus que esta comunhão permaneça viva e verdadeira, sobretudo neste tempo em que temos travado animosos embates que tem causado dissenções e contendas, por vezes graves em nosso meio. Momentos de oração, louvor, exposição da Palavra e da Ceia do Senhor nos encontros das ABP devem sempre para nós ser, além de tudo que já são, como memoriais sobre a unidade do Corpo de Cristo e como nós devemos zelar por esta.

 

 E o futuro...

 Este Encontro se deu num momento de grande importância para o movimentos dos profissionais dentro da ABUB. Atualmente, encontra-se em funcionamento um grupo de trabalho nacional focado em refletir, discutir e sistematizar o ministério da ABP, não somente no contexto da ABUB, e como, no futuro, isto se passará para os demais movimentos do IFES ao redor do mundo, mas também qual nosso papel dentro da missão da Igreja brasileira.

 

Cremos que não vem de nós, mas que pela vontade de Deus, grupos de ABP tem sido levantados e a Ele submetemos todas estas questões. Contamos, nós, abepeenses espalhados pelo Nordeste e pelo Brasil, com a oração e o apoio concreto de todos colegas missionários da ABUB para que sejamos fiéis ao chamado de Deus e ao cumprimento de Sua vontade em nossas vidas.

 

 

 Que o Senhor nos abençoe. Amém

 

Magaiver Correia

Coordenador Regional da ABP Nordeste

Presidente da ABP Aracaju


 

 

 

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.