Notícias

Vocação: sugestões e devocionais para setembro

Veja aqui o material para o segundo mês do tema #VisãoVocaçãoVivência

Você já deve ter visto que aqui na Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB) estamos trabalhando o tema “Visão, vocação e vivência missionária no mundo estudantil”, de agosto a dezembro de 2020 (confira aqui o texto de introdução ao tema). Queremos que os grupos locais aproveitem os conteúdos apresentados e, para isso, preparamos este documento com recomendações às ABS's, ABU's e ABP's. Não deixe de ler!

Além da formação a partir destes materiais, encorajamos cada grupo a organizar atividades práticas que alcancem seus colegas com o evangelho e sirvam ao seu contexto, respondendo ao chamado missionário que Deus nos deu. Falando nisso, neste mês de setembro nosso foco é vocação. Confira abaixo os materiais para este mês:

Vocação

1. Exposição bíblica (19 de setembro, às 15 horas)

A exposição bíblica que a reflexão sobre vocação por meio do relato da vida de Moisés. Será apresentada pela Sarah Nigri, nossa secretária geral. O vídeo ficará salvo no nosso canal no YouTube, para quem quiser ver depois.

2. Devocionais

Com datas sugeridas para todo o mês de setembro, faça o download dos devocionais que abordam a vocação, observando como Deus chamou a humanidade, Abraão, Davi, Jeremias, Maria e os discípulos. Essas reflexões podem ser usadas para meditação individual ou em grupo, como sugerimos. Não é obrigatório seguir as datas indicadas. Publique nas redes sociais suas reflexões a partir deste material com a hashtag #VisãoVocaçãoVivência.

3. Sugestões de leitura

Queremos sugerir dois livros para este mês, que falam sobre vocação. Você pode ler os dois, mas se precisar escolher indicamos o do ebook da editora Ultimato.

a) Vocação e Juventude, organizado por Lissânder Dias do Amaral e Felipe Ribeiro Fulanetto

Este e-book, que pode ser baixado gratuitamente, é um material encorajador; traz conceitos e reflexões bem pertinentes acerca do nosso chamado e identidade. Além disso, está recheado de histórias desafiadoras e inspiradoras de pessoas de diferentes gerações que experimentaram incríveis momentos de entrega a Deus. Se você quer saber mais e descobrir sua verdadeira vocação, embarque nesta jornada!

Duas perguntas de reflexão:

Para serem feitas individualmente ou numa discussão com seu grupo local de ABS, ABU ou ABP. Caso queira publicar a reflexão de vocês, poste com a hashtag #VisãoVocaçãoVivência.

 

  1. Você leu tantas histórias inspiradoras. Tem alguma com a qual você se identificou mais? Qual é a semelhança com a sua história de vida?
  2. Ler esta obra mudou algo na sua visão sobre chamado, vocação e identidade? E pensando em tudo o que leu, qual o significado de ser e fazer, olhando para seu ministério na escola, universidade ou espaço de trabalho?

 

b) Capítulos 3 e 4 do livro Fábrica de Missionários”, de Rubem Amorese

Tendo Atos 1:8 como ponto de partida, o autor discute as nuances do chamado missionário para “Jerusalém”, isto é, para quem não viaja “até os confins da terra”. Os capítulos 3 e 4 tratam das razões mais básicas para a missão: o amor do Pai e o sacrifício do Filho. Esta é uma leitura muito valiosa para quem se vê missionário no contexto estudantil e profissional.

Duas perguntas de reflexão:

 

  1. Rubem Amorese afirma que “encarnação é nascer no mundo do outro para, junto com ele, achar o caminho de volta para o Pai” (Fábrica de Missionários, p. 41). Considere a presença e as ações de seu grupo local dentro da escola, universidade ou ambiente profissional. Em que medida as ações que realizam são encarnadas, voltadas para os que ainda não são cristãos? Em que medida são apenas uma reprodução reduzida do nosso mundo eclesiástico?
  2. Que ação missionária poderia ser realizada por seu grupo local durante esse tempo de pandemia? O que vocês poderiam fazer para “nascer no mundo” de seus colegas de modo que eles percebam o Reino de Deus de maneira concreta? Conversem, orem, planejem e executem uma ação missionária até o fim de 2020. Depois, compartilhem conosco o que fizeram.

 

4. Sugestões de palestra

Que tal ver duas palestras que ocorreram no Curso de Formação Missionária 2020 e meditar sobre o tema "vocação"?

a) Palestra "Discernindo nossa vocação: Humildade e comunidade não fazem mal a ninguém"

Nesta palestra Ricardo Wesley aborda o tema da vocação a partir de aprendizados pessoais e com base no texto de Romanos 12:2-5. São apresentados três aspectos do chamado de Deus e três formas pelas quais você pode reconhecê-lo em sua trajetória: o encontro com Deus, com o outro e com você mesmo.

Duas perguntas de reflexão:

 

  1. A partir do que foi abordado pelo palestrante sobre a espiritualidade da humildade e da comunidade, como você pode ser sábio em relação ao entendimento de sua vocação/chamado buscando evitar concepções equivocadas ou armadilhas?
  2. Reflita sobre sua história. Quais são seus dons e habilidades? Quais são as necessidades ao seu redor? Quais são os seus interesses? O que você pode pensar sobre qual é sua vocação a partir dessas informações?

 

Sugestão de como utilizar o material em grupo:

 

  1. Após assistir à palestra e ter respondido as perguntas de reflexão, o grupo local pode propor conversas em grupos menores de três ou quatro pessoas mais próximas, para compartilhar as respostas e orar juntos sobre o discernimento da vocação de cada um.

 

b. Palestra "Engajamento universitário como vocação"

Marcus Vinícius fala um pouco sobre a importância da escola e universidade em nossa vida e missão. Somos uma missão estudantil, mas como nos engajamos com este universo? O palestrante aponta para três áreas em que a ABUB poderia se engajar com o mundo estudantil: justiça, ciência e cultura.

Duas perguntas de reflexão:

 

 

  1. Vocês já haviam pensado sobre justiça, ciência e cultura no seu grupo local? Existe alguma área na qual vocês já estejam engajados, seja na ABUB ou com parcerias com outras organizações? Existe alguma área em que há potencial de engajamento?
  2. Marcus reconheceu algumas pessoas que passaram pela ABUB e que têm se engajado em algum desses aspectos até hoje. Que exemplos próximos vocês tem no grupo local? Existem acadêmicos ou funcionários administrativos que são cristãos e que com seu engajamento com o mundo estudantil tenham inspirado o grupo local? Há entre vocês pessoas engajadas em alguma área?

 

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.