Notícias

Viagem ao 'Faroeste': Dias incríveis, imensuráveis!

Luciana Fernandes conta sobre o que viveu na viagem a Rio Branco-AC, Porto Velho e Cacoal-RO

Luciana Fernandes é formada em Medicina Veterinária pela UFMT, participou da diretoria da ABU Cuiabá e da ABU Centro-Oeste, e hoje é articuladora do Bola na Rede (RENAS), em Cuiabá-MT. Ela e Jéssica Kelly Ribeiro, transmissionária, empreenderam uma viagem pela região Centro-Oeste as cidades de Rio Branco-AC, Porto Velho e Cacoal-RO, onde viveram muitas experiências e puderam contribuir para uma melhor integração da região e cuidado para com os grupos dessas cidades. Você pode ver um relato da Jéssica Kelly neste link. Aqui, Luciana nos conta um pouco mais sobre o que viveu nesses dias.

Expectativas

LF: Eu sabia que haveria muitas surpresas, mas elas superaram às nossas expectativas. Sabia também que iríamos para servir aos amigos de lá do faroeste. Simplesmente não tinha como mensurar os resultados do que havíamos preparado para oferecer aos estudantes. Antes das viagens entramos em contato com a galera dos grupos para ouvi-los e saber como poderíamos ajudá-los. A comunicação não era muito boa, dificultando a preparação dos materiais. Ao final, acabamos preparando material para apenas um grupo. Nesse processo, pensei que as expectativas eram mais imensuráveis ainda, pois o que tínhamos de concreto eram apenas apostilas para um grupo! A dificuldade de nos comunicar com os grupos era o que nos deixavam preocupadas, mas em nossas orações encontrávamos da parte de Deus um “se acalme”, “espere”, “os resultados ficam comigo”.

Eu particularmente pude me dedicar à preparação para a viagem pouco tempo antes, pois um membro da minha família estava muito doente e depois veio a falecer. Até então esse era um dos motivos de oração da listinha da região. Não sabia como seria viajar nessa situação e considerava a possibilidade de não ir mais. Mas, enfim, tudo foi caminhando de forma surpreendente!

Surpreendente também foi que, quando tudo acabou, parei para fazer as contas dos gastos com a passagens e foi exatamente o que a região havia levantado de oferta pra mim. Deu tudo, TUDO certo para glória de Deus.

Relacionamentos

LF: Ah, as amizades! Foi lindo rever alguns amigos, estreitar a amizade com eles e com novos amigos. Parecia que já conhecia o pessoal há muito tempo! Encontrar com a galera de Rio Branco então era algo muito desejado, pois como eu disse a eles, queria muito conhecê-los, já que nunca havia topado com um deles nos encontros da ABU.

Eu e a Jéssica carinhosamente repetimos por diversas vezes que encontrávamos com “doidos” por toda a parte, em todos os grupos. Fomos muito bem acolhidas nas casas. Nessas casas moravam famílias que cuidavam muito bem de nós e de certa forma nos constrangiam pelo amor que tinham. Os relacionamentos eram profundos. Havia muito mais que conversas sobre ABU.

Amigos de Rio Branco num passeio na Biblioteca Municipal após o TID e nos divertindo muito

Em Porto Velho - RO com a Rúbia, num passeio para conhecer a cidade

Tarde agradável com amigos de Cacoal – RO

Não posso me esquecer também de mencionar o quanto foi rico fazer toda essa caminhada ao “faroeste” ao lado da Jéssica. Grande parceira e amiga, nossas noites eram regadas por muitos compartilhares, risos e oração!

Unidas, em frente a UNIR...

Treinamentos, ações, auxílio

LF: Bom, como havia dito, tínhamos material pronto para apenas um grupo. Depois, providencialmente eles “brotaram”! Em Rio Branco tivemos um dia inteiro de treinamento na UFAC (Federal do Acre). Tivemos oficina de “Conhecendo a ABUB”, “Bases de Fé”, “EBI” e “Missão Integral”. Preparamos um cronograma que por fim foi alterado. No almoço, na casa da nossa anfitriã, o pessoal adiantou naturalmente o tema da oficina sobre missão integral, então achamos por bem iniciar a tarde de oficina com MI como continuação da nossa conversa sobre o Reino de Deus. Foi lindo e intenso! Também visitamos uma igreja e tivemos a oportunidade de convidar os estudantes a participarem da ABU.

 TID na UFAC

Em Porto Velho inicialmente tivemos um encontro durante a noite com a galera da ABU. Infelizmente a UNIR (Federal de Rondônia) estava em recesso naquela semana e alguns estudantes haviam viajado. Porém, essa noite não deixou de ser importante para ouvirmos os grupos da UNIR e São Lucas, conhecê-los e planejarmos algo para o dia seguinte.

Primeiro encontro com parte dos grupos da UNIR e São Lucas

Como um dos estudantes disse, aquele tempo de recesso era providencial, pois eles não teriam disponibilidade para uma tarde inteira de treinamento. Assim foi a tarde do dia seguinte, o último dia em Porto Velho. A Carla e Wellington participaram das oficinas de “Conhecendo a ABUB” e “EBI”. Foi muito bom mesmo notar o desejo deles de conhecerem mais e ao mesmo tempo a responsabilidade que tínhamos de transmitir a eles o que sabíamos. Aprendemos muito com eles! À noite, a nossa anfitriã nos levou para uma célula da igreja dela. Eu esperava que fosse como à vez anterior, um período da reunião no qual teríamos um breve espaço pra falar. Porém, para minha surpresa, todos ali estavam esperando e deixaram o tempo da reunião deles para falar exclusivamente sobre missão estudantil. Pega de surpresa, mas naturalmente dei uma oficina de “Conhecendo a ABUB” num formato diferente. Como uma entrevista, eles participavam e tiravam dúvidas comigo e com a Jéssica. Percebemos que pudemos ajudá-los no acompanhamento que eles dão a estudantes de uma escola. Foi muito legal!

Uma tarde de treinamento na casa da Rúbia com abeuenses da UNIR

Em Cacoal, não foi diferente! Logo na primeira noite fomos à UNESC conhecer, ouvir e conversar com o grupo. Para surpresa de todos ali, uma estudante, a Amanda veio até nós, perguntando se ali estava acontecendo a reunião da ABU. Ela havia pesquisado na internet e tinha amigos da ABU em Rio Branco e Porto Velho, então ficamos muito admirados, pois conhecemos alguns destes seus amigos na viagem! Ela ficou ali conosco. Convidamos para uma oficina que daríamos logo mais na casa da Leila (assessora local da ABU), mas ela não podia ir, então alteramos nossos planos e naturalmente demos a oficina numa praça ao lado da universidade. Foi muito bom!

Treinamento na praça ao lado da UNESC, num momento nada planejado

O grupo local conta com poucos membros e vimos a ação de Deus naquele momento. Ainda durante a noite, fomos à casa da Leila e separamos o tempo para planejarmos as próximas ações. Assim no dia seguinte visitamos uma igreja à noite e posteriormente fomos mais uma vez na casa da Leila dar uma oficina de “EBI” ao grupo. No outro dia ainda fomos a mais duas igrejas, uma pela manhã e outra a noite. Em uma destas igrejas, o pastor demonstrou muito interesse em continuar em contato com o grupo local e houveram procuras de mais estudantes interessados em participar da ABU. Foram dias intensos e ficamos alegres porque notamos como os planos aconteceram à moda de Deus.

Notamos que por todos os lugares que íamos, as mensagens e programações das igrejas expressavam o sentido do convite que fazíamos aos estudantes. Isso deixava-nos muito alegres! 

Aprendizado

LF: Vivenciamos sem dúvida nenhuma, dias incríveis! A certeza que guardo é que pela graça e misericórdia de Deus, ele nos ama, usa, capacita, é Senhor em todo o tempo e em qualquer lugar (do sul ao norte) e tudo o que ele faz é imensurável! Os resultados ficam com ele! Deus surpreendeu bonito a nós e a todos em cada detalhe!

Vou aprendendo a louvá-lo pelo que é, e pelos seus feitos. Senti-me muito alegre, pois durante o período na diretoria regional falávamos muito do “faroeste” e ali estava tendo a oportunidade de levar um grande abraço da região e dizê-los que não estão sós e encorajá-los. Aprendemos muito com eles. Vimos as aplicações que aprendemos durante o CF estudando Jeremias durante esta viagem. Novo ânimo!

Recado a galera do "faroeste"

LF: Galera, continuem lindos, doidos e dispostos a servir ao Reino. Lembrem-se: “Deus inspirou uma visão simples e uma mensagem básica aos estudantes: se você está nesta universidade pela vontade de Deus, então ela é um campo missionário e você é missionário dele aqui”. Continuem inspirados por Deus em todo tempo e qualquer circunstância. Foi um tremendo prazer estar com vocês e espero reencontrá-los nos encontros da ABU. Já imagino a doideira que será...

Grande e forte abraço com saudade para todos!

Pedidos de oração e agradecimentos

  • Peço que Deus mantenha aceso no coração de cada um o desejo de servi-lo para que sejam testemunhas do seu amor na universidade.
  • Que a família de amigos cresça no amor e graça de Deus.
  • Agradeço a todos pelo acolhimento e cuidado para conosco.
  • À Deus, agradeço por cada detalhe dessa viagem. 

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.