Notícias

Como foi o IPL 2020 da região Sul

Um breve relato da participação do estudante Edher Pereira ao Instituto de Preparação de Lideres.

O estudante Edher Pereira, estudante do curso de medicina na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), foi o único representante da região Sul ao IPL deste ano. Abaixo você poderá ler um pouco das experiências que ele teve durante esse tempo.

O IPL (Instituto de Preparação de Lideres) sempre foi um desejo do meu coração participar, tive contato com vários relatos de meus colegas abeuenses, que sempre falavam que tinha sido uma experiencia incrível. Não seria exagero dizer que eu vivi a melhor experiência da minha vida. Foi um tempo de encontro com Deus e comigo mesmo, a cada exposição bíblica eu atentava para um novo detalhe negligenciado na minha caminhada rumo a cruz . Eu sou muito grato a Deus por essa maravilhosa oportunidade, eu não tenho dúvidas de que foi Ele que me permitiu esse feito, apesar de várias dificuldades que enfrentei no caminho para chegar até lá, desde as leituras até todo trabalho para conseguir a grana. Vi que desde o início Deus estava na direção de tudo e me surpreendeu e supriu todas as minhas necessidades. Foram dias intensos onde aprendi a cultivar frutos do espírito e ser terra fértil na universidade e sociedade. Fazer amigos de diversas regiões do Brasil e até de outros países, todos com suas peculiaridades, mas todos com a unidade em Cristo. As conversas com novas pessoas na hora do almoço e café (pequeno almoço) , as palestras, os estudos bíblicos indutivos e as exposições bíblicas de Marcos em que você via as curas de Jesus que devolvia a sociedade a dignidade humana e quando você ia para parte prática você se deparava no metro com várias pessoas deficientes igual no tempo de Jesus isso me chocava ainda mais viver toda aquela realidade que estava aprendendo no livro de Marcos.

As oficinas durante as duas primeiras semanas ajudaram a construir um pouco mais do Reino em minha vida a associação entre Missão Integral e Justiça. "Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça". E essa sede aumentou, assim como a esperança, que está findada e fundamentada em Deus. Aprendi que abrir mãos dos privilégios e conforto para confortar os outros é muitas vezes um verdadeiro caminho da cruz. Além disso, posso dizer que o meu compromisso com a missão foi profundamente renovado . Eu aprendi a conviver com pessoas diferentes de mim, meus preconceitos foram quebrados e , a cada exposição era uma parte minha que ia sendo quebrada pra depois ser refeita. Eu chorei muito, e como chorei, eu senti a dor do outro, eu orei mais por mim e pelo outro e cada palavra doía, me despedaçava, e parece que tudo que acontecia me moldava. Acho que foi isso, o IPL foi um molde, a cada coisa que acontecia era um moldar de Deus. Aprendi que o caminho da cruz é por vezes doloroso, insuportável, árduo de muitas renúncias que muitas vezes não conseguimos, mas a graça nos sustenta na caminhada rumo a cruz.

Em alguns silêncios reflexivos pude chegar à conclusão de que o amor está ligado a ouvir a Deus. A forma com que ouço, como ponho em prática e como deixo Ele trabalhar em mim, reflete nas minhas atitudes, pois gera em mim novos olhos. Aprendi a me doar e ser participante do Reino, impactando a universidade através do amor de Cristo, pois estou em um campo missionário não tenho dúvidas!E o IDE nunca foi uma sugestão, mas uma ordenança para todos que desejam ser discípulos de cristo. Sentirei muita saudades de todos os dias que vivi ali, das conversas, das risadas, dos conselhos, das vivências, dos choros, das alegrias , dos abraços, das resenhas. Saudade daquilo que não mais vivenciarei todos os dias como foram as últimas semanas do mês de janeiro em que conheci pessoas incríveis, vivendo dias incríveis, em um lugar incrível e servindo ao um Deus incrível. 

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.