Notícias

Informativo Ministerial de Abril e Maio - Natan de Castro

“Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça no coração de vocês.” (II Pedro 1:19)

Goiânia, 06 de junho de 2013

DA PALAVRA ESCRITA À PALAVRA VIVA

“Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça no coração de vocês.” (II Pedro 1:19) 

Creio que a Bíblia é a revelação escrita de Deus e a única regra de fé e conduta pela qual todo cristão deve se basear. Não é por acaso que a organização missionária em qual trabalho se chama Aliança Bíblica Universitária do Brasil. Levamos muito à sério o estudo das Escrituras. No entanto, percebo que existe um perigo nisso.

Pedro compara a palavra dos profetas (referindo-se às Escrituras) como uma candeia (uma lamparina) e diz que essa candeia nos guia na escuridão até que o sol nasça e a estrela da alva brilhe em nossos corações. Ora, Jesus é a Estrela da Manhã (Ap 22:16). Portanto, a Bíblia deve nos levar a Jesus – não apenas nos informar sobre Ele, mas nos fazer conhece-lo, ama-lo e nos tornar como Ele. 

Jesus é a imagem perfeita de Deus e a expressão exata do Pai (Hb 1:3). A humanidade também foi criada à imagem de Deus, mas a queda distorceu esta imagem em nós. Por isso estamos na escuridão de nossos pecados e a Bíblia (candeia) nos guia nesta “era noturna” até que sejamos transformados naquele que é a Luz do mundo (Jo 8:12). O salmista também já disse que a Palavra de Deus é lâmpada para os nossos pés e luz para o nosso caminho (Sl 119:105).

O risco que corremos é o de deixarmos de considerar a Bíblia como um meio de nos levar a Cristo e passarmos a fazer dela um fim em si mesmo. Assim, amaríamos mais a lâmpada que a Luz. Isso seria uma espécie de idolatria, pois tudo que tira Jesus do centro é idolatria – neste caso, bibliolatria. Por isso, precisamos sondar nossas motivações ao lermos e estudarmos a Bíblia. Não amamos a Bíblia. Amamos a Jesus. Nosso apreço pela Bíblia deve ser o mesmo que as pessoas apaixonadas tem pelas cartas (bilhetes, torpedos, etc.) que trocam. Seria muito estranho se neste próximo dia dos namorados um rapaz, tendo a possibilidade, não quisesse se encontrar com sua namorada e preferisse passar o dia lendo e estudando minunciosamente as cartas por ela enviadas. Da mesma forma, seria um absurdo se uma garota considerasse o buquê de rosas enviado pelo seu namorado mais importante que ele próprio. 

Por meio da Bíblia conhecemos a Jesus. Por meio de Jesus temos livre acesso ao Pai. O Espírito Santo habita em nós. A Trindade quer ser relacionar conosco de forma pessoal. O mero estudo intelectual é um exercício extremamente impessoal. Nosso estudo da Bíblia nos tem feito mansos e humildes como Cristo ou arrogantes e orgulhosos como muitos acadêmicos? A leitura da Bíblia nos põe de joelhos ou nos deixa de nariz em pé? Sondemos nosso coração e que a Palavra escrita sempre nos conduza à Palavra viva!

Como compartilhei na última carta, durante os dias 12 a 14 de abril estive em Cuiabá-MT participando do EPA (Encontro de Profissionais e Assessores). Foi o primeiro encontro deste tipo que tivemos na região e lá pudemos refletir sobre como os graduados podem continuar sendo testemunhas em seus ambientes profissionais e também como podem continuar servindo e apoiando os estudantes da ABUB. Agradeçam comigo por cada um dos participantes e orem pra que continuem sendo instrumentos de Deus nesta nova etapa de suas vidas!

Uma boa notícia que tenho pra compartilhar é que eu e a Pati estaremos completando 4 anos de casados no dia 27 de junho e um grande presente que Deus nos deu recentemente foi a possibilidade de comprarmos um apartamento. Depois de muitas semanas ajuntando documentos e pagando taxas conseguimos a aprovação do financiamento. O apartamento é usado e ainda está ocupado, mas esperamos mudar pra lá em breve. Louvem a Deus conosco por essa dádiva! Estamos realmente muito felizes por esta bênção que o Senhor nos deu!

Entre os dias 26 de maio e 02 de junho estive em Campinas-SP participando do Encontro Nacional de Obreiros e do Encontro de Corpus Christi da ABUB. Lá nos concentramos em avaliar o encontro de treinamento estudantil ocorrido em janeiro e planejar os 7 Cursos de Férias que ofereceremos em todo Brasil no mês de julho. Tivemos estudos em Jeremias e no Sermão do Monte, além de palestras sobre “Engajamento com as Escrituras”. Os estudantes também puderam apresentar relatórios das atividades missionárias desenvolvida nas regiões. Neste link está o relatório da região Centro Oeste: http://prezi.com/baacoutmujfk/abu-co-2013-ecc/. É sempre bom participar desses encontros de obreiros onde desfrutamos de pastoreio e encorajamento mútuo. Neste mês de Junho 5 obreiros da ABUB passarão 4 semanas na Venezuela participando do EFO (Encontro de Formação de Obreiros) onde receberão capacitação missionária juntamente com 35 obreiros da América Latina. Agradeçam comigo  por essas oportunidades de avaliação, planejamento e capacitação para o exercício do ministério e orem pelos obreiros da ABUB que servem em outras regiões.

Entre os dias 13 a 20 de julho realizaremos aqui em Goiânia nosso Curso de Férias (CF). O CF reunirá cerca de 50 pessoas (entre estudantes de ensino médio, universitários e profissionais) de várias cidades da região com objetivo de capacitá-los pra tarefa de evangelização em suas escolas e universidades. Estaremos nos debruçando sobre o livro do profeta Jeremias por meio de leituras, estudos em pequenos grupos e exposições. Teremos também palestras, oficinas, debates, momentos de louvor e oração. Por favor, orem por nós. Muitos estudantes não poderão participar ou participarão parcialmente por causa do calendário letivo afetado pelas greves. Orem pelos preletores, pelas viagens de cada um até Goiânia, pelos recursos financeiros, pelo trabalho do grupo de Goiânia ne logística e hospedagem.

Durante o CF também ocorrerá a reunião do Conselho Regional (CR). O CR é a instância administrativa onde os vários grupos apresentam o relatório de suas atividades, trocam experiências, oram uns pelos outros e planejam as próximas atividades. Neste CR também teremos a eleição da Diretoria Regional, que é composta por estudantes e desempenha a tarefa, juntamente comigo de supervisionar todos os grupos da região. Ore por cada pessoa indicada e que Deus nos mostre as pessoas certas para cada função.

A cartinha já está ficando um pouco longa. Por isso, vou me despedindo e deixo algumas fotos abaixo pra que se sintam mais próximos! Que Deus os abençoe!

Natan.

Foto 1: Foto oficial do EPA em Cuiabá-MT.

 

Foto 2: Eu compartilhando os desafios missionários da região aos participantes do EPA em Cuiabá-MT.

 

Foto 3: Reunião do grupo base da ABU Goiânia dia 26 de abril.

 

Foto 4: Foto oficial do ECC em Campinas-SP

 

Foto 5: Cartaz de divulgação de treinamento em Jataí-GO

 

Download:
http://abub.org.br/regiao/centro-oeste/2013/06/informativo-ministerial-de-abril-e-maio-natan-de-castro

Nenhum Comentário

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
O teste abaixo serve para verificar se você é um ser humano e para prevenir submissões automáticas de spam.